Jornada de aprendizado

Oi pessoal! Tudo bom com vocês ?

Vocês lembram que eu comentei com vocês da minha alegria e ansiedade para um curso bacana que eu faria em Buenos Aires? Então, estou na contagem regressiva para a viagem e por isso, eu decidi compartilhar algumas experiências e aprendizados que tive durante o período de preparação aqui em São Paulo .

Queria começar a minha história com uma frase que eu ouvi no primeiro dia de preparação no curso: “Jornalismo é aprender a aprender!”. Sem querer, essa frase acabou se confirmando e fazendo parte dos muitos aprendizados que adquiri durante três sábados de curso.

Aprendizado não se resume apenas em aprender técnicas jornalísticas e a melhor forma de escrever um texto. ( claro que essas coisas  são muito importantes para a vida profissional de cada um). Trata-se também de aprender a trabalhar em grupo, lidar com prazos, ser flexível nas situações.

A primeira  tarefa que recebemos foi conhecer cada um dos 15 membros do grupo. Conhecer as diferenças e semelhanças entre cada uma das pessoas que você conviverá intensamente durante dez dias pode parecer irrelevante, mas se tornou essencial para o programa.

Quem diria que conhecer bem as pessoas nos ajudaria em uma das tarefas designadas no curso?

Grupo do Jornalismo Sem Fronteiras

Além de aprender a conviver em um grupo, outro aprendizado importante é : SE DESTACAR DO GRUPO.  Ainda no primeiro encontro aprendemos a construir uma boa imagem por meio de cuidados básicos nos nossos blogs e nas redes sociais. O COISAS MAIS LEGAIS DO MUNDO só tem a ganhar com isso não acham?

Aprender com quem sabe

Um dos maiores aprendizados dessas três semanas foi a possibilidade de conviver e aprender com pessoas que estão à muito tempo no mercado e por isso tem muitas coisas para ensinar. Clóvis Rossi, Pedro Del Pichia e  Rafael Fonseca foram os escolhidos para dividir histórias e ensinamentos com a gente. ( Por enquanto, por que lá em Buenos Aires temos encontros marcados com muita gente legal!)

O jornalista Pedro Del Picchia divide sua experiência como correspondente em Roma

O jornalista Pedro Del Picchia divide sua experiência como correspondente em Roma

Sim, meninos e meninas do meu coração, eu tive uma reunião de pauta com ninguém menos do que o Clóvis Rossi, jornalista da Folha de S. Paulo e ouvi dicas e experiências  do Pedro Del Picchia que foi correspondente em Roma.  ( Sonho né? )

O Pedro e o Clóvis deram dicas valiosas para nós, que estamos apenas começando nesse terreno tão apaixonante, mas tão difícil que é o jornalismo. (dei uma resumida aqui para não ficar gigante, mas se vocês quiserem, prometo que faço um post falando das dicas e da conversa com cada um deles)

Finalmente, aprendi também, a trabalhar com problemas e criar soluções interessantes e criativas para resolvê -los. Isso ficou claro, no documentário que tivemos que produzir. ( conto melhor a jornada para vocês em outros posts).

Resumindo, foi uma  jornada de muitos aprendizados que está prestes a se tornar cada vez mais interessante. Acompanhem aqui a jornada em Buenos Aires. Prometo que conhecerão muitas historias legais e bacanas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s